Feeds:
Posts
Comentários

Archive for agosto \29\UTC 2013

No ano de 2003, os Estados Unidos realizaram uma ocupação ao território iraquiano sob a alegação de que o presidente Saddam Hussein mantinha um arsenal de armas químicas que ameaçavam a paz mundial. Mesmo não provando a existência do arsenal bélico, o governo norte-americano conseguiu promover o julgamento e a posterior condenação do ditador Saddam Hussein.

O governo empossado ainda não conseguiu legitimar-se e seu poder se mantém com o auxílio de tropas militares internacionais. Ao invés de afugentar os grupos radicais do cenário político iraquiano, a intervenção dos EUA incentivou o crescimento dos grupos fundamentalistas islâmicos do Oriente Médio.

Por exemplo, nem a maioria xiita oprimida por Saddam saudou os invasores. Ironicamente a ocupação e o controle xiita do pais que se seguiu trouxeram o terror da rede Al Qaeda.

Infelizmente já vimos esse filme uma vez, agora dez anos depois, num governo de um partido que se diz ser democrata os EUA desejam intervir novamente em guerras no oriente médio. Existe uma guerra civil na Síria onde Assad recebe o apoio da Rússia e do governo do Irã, que dura alguns meses e ao que tudo indica esta sem data de termino.

Novamente os EUA vão intervir em algo onde eles em nada estão sendo prejudicados e ainda podem ter que passar novamente o vexame que passou no Iraque, no fim das contas não existia o armamento que disseram ter, não conseguiram realizar a transição para uma ‘democracia’ plena, o máximo que conseguiram foi colocar mais pressão na panela de pressão.

Tirando como base o exemplo passado e olhando o quadro presente, vamos perceber que o mínimo que vai acontecer é que o Governo Obama provocar uma nova crise entre EUA e Rússia, que por sua vez já se posicionou a favor da Síria.

Será que os estrategistas democratas sabem de algo que não sabemos? Ou dessa vez vai ser mais fácil à vitória? E somente nos 90% da população estamos errados!

Read Full Post »

Ontem tivemos mais uma demonstração de que a classe politica não se importa mesmo com o povo! O recado foi claro, ao livrarem com sua ausência o processo de cassação do Deputado Natan Donadon, nossos parlamentares disseram a Sociedade que nunca e jamais faram nada pelo povo.

Se há alguns meses eles se encontravam acuados pelas inúmeras manifestações realizadas no Brasil, agora eles já se sentem totalmente confortáveis para trabalharem de acordo com os próprios interesses, e não podemos culpa-los por isso, afinal de contas quem os colocou lá foram nos mesmos.

Como o gigante parece ter adormecido novamente, significa que agora a festa continua e dessa vez será pra valer.

Nosso povo ainda não entendeu que nossos governantes são valentes e espertos, mas diante do clamor popular eles acabam recuando.

Read Full Post »

Hoje quero compartilhar com vocês quem um assunto de foro intimo e pessoal, acho que nunca tratei esse assunto por aqui, somente com amigos, essa questão até então nunca havia sido abordada nesse fórum por acreditar que vocês meus caros leitores não se interessariam em saber quais são mentores, quem são os investidores que me chamam atenção e quais procuro seguir orientação.

De todos os investidores que conheci somente um me chamou a atenção, é claro que existem outros tantos, por exemplo, Sam Walton (Wal Mart), ele tem uma historia de humildade e dedicação imensa mesmo sendo o dono da maior rede de supermercados do mundo o próprio Sam ainda utilizava um carro velho para suas locomoções diárias.

Outro investidor que me chama muito a atenção é o brasileiro Luiz Carlos Barsi, acho interessantíssima a historia de vida e superação dele, talvez por termos a mesma origem me identifico muito com ele, (ao contrário de meu guru que era filho de banqueiro), fora isso temos o mesmo modo de operar.

Mas na minha opinião o único investidor completo se chama Warren Buffet, ele tem diversas habilidades necessárias a quem busca fortuna, humildade, inteligência, sagacidade e calma.

Segundo o mesmo diz, “não adianta comprar uma ação hoje e vende-la amanhã, uma ação é um investimento para a vida toda”, sempre que estou operando busco ter essa mentalidade, comprar poucos papéis mas que sejam bons papeis e tenho em mente tê-los por um longo período.

Outro ensinamento importante de Buffet é, nunca ostentar sua fortuna, segue abaixo alguns conselhos Buffetianos:

  •  Paciência – Todo investidor deve ter o máximo de paciência possível, o mercado é volátil e incerto, crie um planejamento
  •  Não Arrisque muito – Você provavelmente não é um expert dos negócios, não tente correr riscos desnecessários, use a tática que Warren utilizou no inicio de sua carreira, não se envolva em negócios com muitos riscos, mesmo que a proposta aparentemente seja ótima, tome cuidado se for muito arriscado fuja
  • Faça o que você ame – Não tente fazer alguma coisa que você não goste você provavelmente vai se cansar e desistir daquilo muito rapidamente, o primeiro obstáculo vai ser suficiente para criar uma insegurança e te fazer esquecer todo o seu negócio.
  •  Tenha foco – Não fique se preocupando com um milhão de coisas ao mesmo tempo, siga o seu objetivo, tenha foco e chegue lá.
  • Tenha ao seu redor profissionais melhores do que você – Você pode ser excelente e algo, mas nunca será bom em tudo e lembre-se que sempre existem pessoas melhores.
  •  “Você não precisa recuperar o dinheiro da mesma forma que perdeu” – Muitos investidores novatos pensam que devem recuperar o dinheiro da mesma forma que perdeu, como se fosse um jogo de apostas, “se hoje perdi, amanhã quem sabe ganharei”. No mundo dos negócios muitas coisas devem ser calculadas, se você perdeu dinheiro na empresa X, tente primeiro entender o que aconteceu e pense se vale a pena investir na empresa novamente, se não tente recuperar o que foi perdido na empresa Y.

Ensinamentos como esses à primeira vista é bem simples, porém é algo muito mais profundo do que se possa imaginar. Através desses e de muitos outros ensinamentos que Warren Buffett se tornou um dos homens mais ricos do mundo.

Read Full Post »

A mentalidade dos eleitores no Brasil ao que parece começa a mudar gradualmente!

Infelizmente os políticos que nos governam aqui nos tratam como meros coitados, e aquilo que é dever deles, eles fazem, mas a título de favor a população, que vive uma espécie de cárcere.

Estamos falando de uma troca de favores, o cidadão pede na Prefeitura um asfalto, o Prefeito faz, mas pede cadastro até dos filhos que estão na barriga das mulheres, o povo quer hospital, mas não sabe que existe um projeto de hospital a ser construído naquela área, então o Deputado/Vereador, pega uma carona no projeto da Secretaria de Saúde e fala que o projeto do hospital foi dele.

Muitas vezes até lideres comunitários agem dessa forma, pegando carona em projetos de governo e tomando a paternidade do serviço oferecido ao povo para si.

Esse cenário apenas mudara quando o povo começar a fazer oque tem feito recentemente, indo as ruas e cobrar oque eles deveriam fazer e não fizeram.

A esculhambação é tão grande que sutilmente alguns parlamentares começaram a dizer que era preciso ouvir a voz das ruas. Porque não ouviram antes? Porque deixaram a nação chegar ao ponto que chegou?

Mas não devemos nos esquecer porque chegamos a esse ponto, é preciso lembrar que o Brasil sempre foi uma colônia de exploração, seja portuguesa ou governamental, e esses fatos que vemos na rua hoje também não são frutos de uma democracia.

Sejamos francos, isso é fruto de uma nova geração que esta mais antenada ao que ocorre ao seu redor, que tem acesso a educação, cultura e a outros povos, isso tudo tem sido uma derivada da melhorias que tem acontecido mesmo que lentamente em nosso Brasil nos últimos anos.

Read Full Post »

O mundo muda todo dia, governos emergem e caem a todo o momento, basta darmos uma olhada no que esta ocorrendo no Egito nesse momento.

Mas também temos exemplos de ditadores que caíram num passado não muito distante, o Kadafi na Líbia foi posto para correr como um rato é expulso de casa, Saddam Hussein além de ser posto para correr quando o pegaram, o mesmo foi apresentado como um troféu ao mundo.

 Mas o que esses governos têm ou tinham em comum?

Todos eram países dirigidos por ditadores sanguinários, e foram tirados do poder para que fosse inserido um governo “democrata”.

Só não podemos nos esquecer de que esses ditadores que foram mortos recentemente, anos atrás eram homens cortejados pela imprensa e por muitos países que se intitulam democratas, oque pode ter ocorrido? Será que eles deixaram por algum momento a cartilha mandante? Isso nunca saberemos, o máximo que poderemos ter são conclusões, mas a verdade nunca será dita.

A grande questão é que na prática não existe uma democracia de fato, como podemos acreditar que somos livres para pensar, ir e vir em um governo que se diz libertário mas que nos vigia o tempo todo? Como acreditar num governo que não aparece escândalo, não porque ele é honesto, mas porque a mídia  local esta comprada, a verdade somente nos chega quando alguém rompe a corda e resolve contar a verdade, ai cai o véu da noiva.

Como pode um pais onde a maioria da população morre em filas de hospitais e o governo gasta milhões em convênio hospitalar para políticos? Esses pontos aqui levantados são coisas normais e corriqueiras em ditaduras, compra da imprensa, serviços de primeiro mundo para governantes, espionagem e etc.

Infelizmente as pessoas têm um conceito errado sobre a democracia, acham que é um regime onde todos podem falar oque desejarem, mas acabam esquecendo que a democracia é o governo dirigido pelo povo.

E essa direção já não existe há muito tempo, o povo é apenas uma massa de manobra para muitos se perpetuarem no poder, infelizmente esse não é um fato que ocorre apenas no Brasil, mas no mundo inteiro.

Muitas eleições são manipuladas, quando não compradas, esquemas milionários são realizados entre grande conglomerados industriais e países onde será levada a “democracia”.

Diante de tais ocorridos como posso crer que uma democracia é melhor que uma ditadura?

Na ditadura pelo menos eu sei que existe um ditador e que devo obedece-lo e sustenta-lo, já a democracia é formada por ditadores travestidos de democratas, que na ganância de se perpetuarem no poder fazem as mesmas coisas que os ditadores fazem, porém com um título de democrata.

Read Full Post »

 

As Agências de Desenvolvimento visam fomentar o desenvolvimento local.

Essa é uma estratégia inovadora para melhorar a qualidade dos serviços prestados aos microempreendedores, cooperativados, trabalhadores e demais empreendedores.

Mas o que é a Agência realmente?

A Agência será uma empresa de direito privado de fins não econômicos, de interesse coletivo e de utilidade pública.

O foco desse projeto será promover o crescimento econômico e a geração de empregos no Município de São Paulo por meio do fortalecimento de micro, pequenas, médias empresas e cooperativas.

Segundo o Secretario Municipal do Desenvolvimento Trabalho e Empreendedorismo, Eliseu Gabriel, “mais de 70% das vagas de emprego são geradas por empresas de pequeno porte” e o fortalecimento desse mercado é uma das principais preocupações da pasta comandada por ele.

A proposta é que cada Subprefeitura receba uma Agência em sua praça de atendimento.

De acordo com o Prefeito Fernando Haddad, esse ano já será possível implantar os primeiros escritórios da Agência São Paulo de Desenvolvimento.

Abaixo temos a foto do espaço a ser utilizado pela AGSP, na Subprefeitura de Santana Tucuruvi.

 

Santana Tucuruvi b

Nesse momento estamos em fase de implantação dos escritórios, essa etapa é compreendida por três fases:

1ª identificação do espaço na Subprefeitura, essa etapa já foi concluída nas 31 Subprefeituras da cidade de São Paulo.

2ª Montagem física das agências, estamos nessa fase atualmente, nesse momento estão sendo construídas 8 de 31 agências na cidade, a previsão de conclusão dessas obras será quinta-feira dia 15 de agosto.

3ª por último distribuição do mobiliário e inauguração das Agências, a boa noticia é que o mobiliário já esta comprado, apenas no aguardo para distribuição, conforme as obras forem sendo concluídas.

Read Full Post »

O Governo Federal, criou o Bolsa Eletrodomésticos, muitos críticos do Governo estão dizendo por ai que isso é apenas mais uma compra de votos disfarçada.

Mas oque é a Bolsa Eletrodomésticos?

É uma linha de crédito para famílias beneficiárias do Programa Minha Casa, Minha Vida para aquisição de móveis e eletrodomésticos com desconto. Esse programa oferecera uma taxa de juros de 5% ao ano, 48 meses para pagar, uma linha de crédito de R$ 5.000,00 e desconto de 5% na nota fiscal sobre os preços à vista.

A priori parece um Programa bem interessante por parte do Governo Dilma, só não é mais por conta do Bolsa Família, Programa Minha Casa, Minha Vida e por ai a fora.

Estamos caminhando na direção errada, estamos financiando o consumo, mas esquecendo do empresário, principalmente os pequenos e médios empreendedores que são quem realmente emprega no Brasil.

Alias já estamos financiando o consumo via Bolsa Família, o ideal nesse momento seria estabelecer um caminho para que os pequenos empreendedores pudessem caminhar com as próprias pernas, muitas empresas no Brasil não conseguem viver por mais de dois anos.

O motivo é o de sempre, alta carga tributaria, hoje existe o Simples, mas ele é insuficiente para ajudar o crescimento empresarial, os custos de produção em nosso pais ainda é muito elevado devido a alta carga tributaria existe em nosso Estado, nossa carga esta em torno de 48%.

Mas fica uma pergunta, porque alguns sobrevivem? Geralmente só os grandes conseguem sobreviver através de linhas de crédito especial via BNDES e concessões dadas por Prefeitos e Governadores, um belo exemplo disso foi a ida da Ford para a Bahia, aqui no Estado de S.Paulo o governo entendeu que não poderia ajudar mais do que ajudava nesse momento o governo baiano cobriu a oferta de S.Paulo.

Nessas condições fica muito fácil uma empresa prosperar, infelizmente no Brasil as micros e pequenas empresas não tem o suporte necessário para crescerem e gerar mais empregos.

Mas fica a dica para o governo, e não precisa fazer muito, são coisas pequenas como por exemplo desburocratizar o processo de abertura e fechamento de firmas, facilitar o acesso as linhas do BNDES, criar incentivos fiscais para negócios pequenos, sou contra essa próxima proposta, porem ela é importante, criar uma bolsa de dois anos para negócios com faturamento comprovado de até R$ 50.000,00.

Acredito que buscando alternativas como essas, teremos um crescimento solido e sustentável, porque financiar consumo somente cresce o consumo mas atrás dele existe toda uma cadeia produtiva que precisa ser incentivada.

Read Full Post »